Campanha de Doação de Sangue na Câmara contribui para aumentar o estoque do Hemoes

Desde o início da pandemia da covid-19, o Centro de Hemoterapia e Hematologia do Espírito Santo (Hemoes) vem registrando queda no estoque de sangue com a redução do número de doadores. Diante dessa situação, estão sendo realizadas campanhas junto à população para aumentar o estoque. Com o objetivo de contribuir com o Hemoes, a Câmara de Vitória, por iniciativa do Mandato do Vereador Aloísio Varejão, com o apoio do Presidente Davi Esmael, e de todo o colegiado de parlamentares, organizou uma Campanha de Doação para na quinta-feira (27/05), com o apoio da unidade móvel do Hemocentro. A coleta, própriamente dita, ocorrereu no Auditório Nenel Miranda (segundo andar). Durante o isolamento social enfrentado no Espírito Santo, em função da covid-19, o ônibus do Hemoes é uma forma de promover a aproximação com doadoes que não conseguem ir até uma unidade de atendimento, e o veículo de apoio para a coleta externa é uma solução pata esse problema.

Para suprir a demanda diária e manter os estoques no nível adequado, o Hemoes precisa de 100 a 120 doadores por dia. Ultimamente, esse número está na média de 70 doadores/dia (ou menos), o que coloca em risco de morte vários pacientes que precisam de doação urgente, e por isso é preciso contar com o apoio de toda a comunidade. “Sangue ainda não se fabrica em laboratório nem se compra. É doado, e a doação depende do espírito de solidariedade. Doar sangue é ter a possibilidade de comprtilhar o que temos de mais valioso”, ressalta a diretora técnica do Hemoes, Rachel Lacourt.

Quem quiser contribuir com doações para o Hemoes em Vitória, poderá dirigir-se ao Hemocentro, que fica na Avenida Marechal Campos (entre o Hospital das Clínicas e o Hospital Santa Rita). Para obter mais informações ou solicitar a presença do unidade móvel, basta entrar em contato com a coordenação. Telefone: 3636 7920 ou e-mail: hemoes@saude.es.gov.br

 

DOAR É SIMPLES, confira as condições básicas para doação:
Estar em boas condições de saúde e ter entre 16 e 69 anos (entre 16 e 17 anos, é necessário apresentar autorização e documento oficial do responsável legal). É preciso apresentar documento oficial com foto ou cópia autenticada em cartório, e pesar acima de 50 kg.

Período de inaptidão para doar, após tomar vacina da covid:
Não há ressalvas para quem quiser doar e, em seguida, ser vacinado. A pessoa que quiser doar antes de vacinar, poderá fazê-lo e logo em seguida tomar a vacina. Mas, em relação às pessoas já vacinadas, a orientação é para esperar dois dias após a vacina para a Coronavac e sete dias para a vacina da Oxford/AstraZeneca e para a Pfizer.

Recomendações para o dia da doação:
Não doe sangue em jejum, mas consuma alimentos leves (sem gordura) e esteja bem hidratado. Durma bem na noite anterior, e não ingira bebida alcoólica 12 horas antes. Evite fumar duas horas antes de doar.

ATENÇÃO:
QUEM TEVE COVID DEVE ESPERAR 30 DIAS APÓS A CURA PARA DOAR

QUEM NÃO PODE DOAR:
Quem teve hepatite após os 11 anos de idade, mulheres grávidas ou que estejam amamentando, e pessoas que tiveram relacionamentos sexuais com múltiplos parceiros nos últimos 12 meses
Pessoas com sintomas gripais não devem comparecer para doação
Quem realizou exames de Endoscopia e Colonoscopia deverá aguardar seis meses para doar, e quem fez tatuagem, micropigmentação ou piercing deverá aguardar 12 meses.

 

Texto: Mágda Carvalho
Foto: Luana Aarão

Departamento de Comunicação:

Jornalistas: Mágda Carvalho e Fátima Pittella
Fotógrafa: Géssica Amâncio
Estagiárias: Fernanda Biazatti e Luana Aarão 
(27) 3334-4650
cmv.dec@gmail.com
www.cmv.es.gov.br/
www.facebook.com/camaradevitoria
https://www.instagram.com/camaramunicipaldevitoria
https://www.twitter.com

Data de Publicação: terça-feira, 25 de maio de 2021