Um mandato múltiplo para uma cidade complexa

Uma cidade complexa precisa de um mandato legislativo que abrace suas nuances. É assim com Vitória: insular e continental, do verde ao mar, dos morros às avenidas. A política do futuro aponta para o mesmo norte: discursos guiados por uma só bússola temática e que dão voz às mesmas pautas tendem a girar em círculos, abarcar uma parcela pequena da sociedade e não a servir uma ilha complexa.

Por isso, ao entender que Vitória precisa de vários nortes, nosso mandato rema de Santo Antônio à Guarderia. Nesse sentido, atentos às múltiplas direções, criamos um programa de fiscalização na Comissão de Obras – o Fiscalizando Vitória -, a Frente Parlamentar do Terreno de Marinha, além de desenvolver projetos de lei que pensam numa vacinação mais eficiente e ágil e apontamos mais de 700 indicações em todos os cantos da cidade. 

O “Fiscalizando Vitória”, um dos mais robustos projetos da legislatura, trata-se da vistoria em equipamentos públicos, como escolas, unidades de saúde, parques, entre outros pontos da cidade, a fim de gerar relatórios e cobrar melhorias, quando necessário. Mas não para por aí: o programa ocorre sem aviso prévio, para que não seja encoberto nenhuma irregularidade aos olhos da fiscalização.

Já a Frente Parlamentar Contra os Terrenos de Marinha enfrenta a tempestade em alto mar. Estamos lutando contra as cobranças absurdas que podem chegar a 5% do valor de avaliação do terreno dos imóveis próximos aos litoral. Não obstante, a ideia que remonta aos tempos do império nem sempre é feita ao passo estrito da legislação, que demanda a realização de audiências públicas para a efetividade das cobranças. Com isso, lutamos não somente para o fim da taxa, mas que, enquanto ela permaneça, seu pagamento aconteça à margem da Lei.

Seguimos também com um olhar atento para a saúde em meio a pandemia da Covid-19. Com o intuito de assegurar a vacinação segura, projeto de lei de nossa autoria já aprovado na Câmara recomenda a adoção de procedimentos nos protocolos de vacinação a serem seguidos tanto pelas instituições públicas quanto privadas. Soma-se ao texto, sanções administrativas e até mesmo penais em casos de fraudes.

Em uma metrópole, também é preciso pensar meios diferentes de debater e dialogar, principalmente quando o assunto é transporte público e mobilidade urbana. Como Presidente da Comissão de Mobilidade Urbana, estive à frente de inúmeras indicações para ampliação das ciclovias em Vitória. Para ir além, juntamente com outros colegas, cobramos e dialogamos pela intervenção do Estado para a integração ágil dos sistemas de transporte público.

Assumimos o mandato em meio a uma pandemia que intensificou a necessidade de um olhar atento para as contraposições da ilha. Afinal, estamos no mesmo mar, mas cada um em um tipo diferente de embarcação que requer mais segurança, educação, desenvolvimento econômico e fiscalização. Por todas essas complexidades e pluralidades, construímos e acreditamos que apenas um mandato múltiplo que não governa para um, mas para todos. E assim seguimos pela dedicação à causa pública, buscando a cada dia mais ouvir, dialogar e realizar.

Armandinho Fontoura é vereador de Vitória.

Data de Publicação: segunda-feira, 07 de junho de 2021

ACOMPANHE A CÂMARA

Endereço:
Av. Marechal Mascarenhas de Moraes, n° 1788
Bento Ferreira - Vitória/ES - CEP: 29050-940


Telefone: (27) 3334-4500
E-mail: cmv.dec@gmail.com

Atendimento ao Público:
De segunda a sexta, das 08h00 às 18h00

Dia e horário das Sessões Plenárias:
Segundas, terças e quartas-feiras,
a partir das 09h30

Copyright © Câmara Municipal de Vitória. Todos os direitos reservados.
Ágape Consultoria